Notícias

Trump pode ser eleito mesmo se for condenado, governar os EUA em prisão domiciliar e conceder perdão aos seus próprios crimes

Por Redação
agosto 3, 2023

Por Vanessa Lima

Acusado de tentar reverter o resultado das eleições de 2020, Donald Trump protagoniza um dos maiores constrangimentos institucionais da democracia dos Estados Unidos. Ele é o primeiro ex-presidente americano a ser acusado criminalmente na história do país.

Além das acusações no caso dos documentos secretos retirados da Casa Branca Trump foi convocado para comparecer ao tribunal nesta quinta-feira (3), em Washington, para responder por outros quatro crimes.

a correspondente da TV Globo em Nova York Carolina Cimenti explica os impactos das acusações para a complexa corrida eleitoral nos Estados Unidos, que começa no ano que vem.

O ano eleitoral americano é cheio de datas: tem primárias, tem cálculos, tem eventos dos partidos, tem debate. É um ano extremamente intenso. E isso tudo vai acontecer ao mesmo tempo em que serão realizados esses julgamentos."

As possíveis condenações, no entanto, não representam uma ameaça institucional à carreira de Trump.

Trump pode concorrer a eleição mesmo que seja preso e pode ser presidente em prisão domiciliar ", explica. "A gente tem que lembrar que o presidente, aqui nos Estados Unidos, pode perdoar qualquer pessoa de qualquer crime, e pode, inclusive, se auto perdoar."

"Se ele não for eleito presidente, ele pode simplesmente ir atrasando essa decisão até chegar à Suprema Corte e tenha mais chances de ser perdoado.... Teoricamente, ele teria a maioria dos juízes conservadores."

Via g1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale conosco

Rua José Pinto de Barros, Nº  26
 Centro
Palmeira dos índios - AL

E-mail: siteagresteagora@gmail.com

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram