Notícias

Alagoas: casos de meningite crescem 85%; especialista alerta sobre vacina

Por Redação
setembro 14, 2023

Por Jardel Gonçalves

O boletim mais atualizado da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) aponta que Alagoas registrou 63 casos e 14 óbitos, entre os meses de janeiro e agosto, em decorrência da meningite. Em relação ao ano passado, o aumento de casos (34) aumentou mais de 85%, enquanto o total de mortes (3) disparou, chegando a 366%. Os dados fizeram com que a Sociedade Alagoana de Infectologia emitisse um alerta nessa terça (13).

O infectologista Renee Oliveira explicou que o paciente acometido pela doença pode apresentar febre, mal-estar, vômitos, náuseas, dor de cabeça e rigidez na nuca, a ponto de não conseguir encostar o queixo no peito. A meningite é transmitida através do contato com alimentos e água contaminados, na sua forma viral, além da respiração, em sua variação bacteriana.

Para o especialista, a melhor forma de se proteger contra a doença ainda é a vacinação, sendo necessário seguir a risca o esquema vacinal, cujos imunizantes estão disponíveis nos 102 municípios alagoanos. O Ministério da Saúde (MS), atualmente, disponibiliza as vacinas Miningocócica Conjungada C, Meningocócica Conjugada A, C, W e Y, Pentavalente, Pneumocócica Conjugada 10-Valente e a BCG

"A população deve fazer a sua parte e procurar os postos de vacinação com seus filhos e seguir o calendário vacinal de forma correta, completando assim o esquema vacinal preconizado pelo Ministério da Saúde e garantido, desse modo, a segurança de todos, porque quando você se vacina ou imuniza seu filho, está, automaticamente, se protegendo e prevenindo que outras pessoas adoeçam, uma vez que os imunizantes freiam a cadeia de transmissão dos vírus e bactérias”, contou Renee Oliveira.

O infectologista ainda fez um alerta e orientou que as pessoas que perceberem os sintomas da meningite devem procurar uma unidade de saúde o mais rápido possível. "Caso seja necessário, o paciente será transferido para os hospitais especializados para receber os cuidados adequados. A meningite é uma doença grave, porém, é prevenível e tratável quando identificada em tempo hábil. Mas é imprescindível que a população se conscientize e se imunize”, finalizou.

*com informações da assessoria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale conosco

Rua José Pinto de Barros, Nº  26
 Centro
Palmeira dos índios - AL

E-mail: siteagresteagora@gmail.com

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram