Notícias

Alexandre de Moraes formará grupo com a Polícia Federal para rastrear ataques contra a democracia

Por Redação com UOL
fevereiro 1, 2024

O ministro Alexandre de Moraes, presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), anunciou, durante abertura do ano Judiciário eleitoral nesta quinta-feira (1), um grupo de trabalho com o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

O que aconteceu

Moraes disse que o grupo de trabalho será formado por membros do TSE e da Polícia Federal. "Para que possamos aprimorar o que já vem sendo feito no sentido do rastreamento daqueles que atentam contra a democracia, contra a livre vontade dos eleitores, disseminando discursos de ódio e antidemocrático", explicou.

O ministro anunciou que haverá um encontro em março entre o TSE e os presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais. O foco da reunião será discutir mecanismos de prevenção e repressão desse tipo de ação.

Durante o discurso, Moraes voltou a defender a regulamentação das redes sociais. "Assim como lá atrás em relação aos rádios, televisões, isso faz com que haja necessidade de uma eficaz e pronta regulamentação que defenda a liberdade de escolha dos eleitores e eleitoras".

O presidente do TSE chamou as redes sociais de "terra de ninguém". "Não há mais como se admitir que as redes sociais sejam terra de ninguém, uma terra sem lei, onde não haja responsabilidade. E isso se aplica à questão eleitoral, respeito à democracia, mas isso se aplica também à dignidade da pessoa humana, à proteção à vida".

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale conosco

Rua José Pinto de Barros, Nº  26
 Centro
Palmeira dos índios - AL

E-mail: siteagresteagora@gmail.com

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram