Aumento de 65% em matriculas de reeducandos no ENCCEJA – Alagoas

Por Jardel Gonçalves

O número de reeducandos matriculados no Encceja (Exame Nacional de Certificação de Competências de Jovens e Adultos) chega a 1.057 em 2023. Quantidade já é superior ao ano de 2022, que o total era de 637 reeducandos, um percentual de aumento de 65%.

Em 2021, mais de 400 reeducandos já estão inscritos no Encceja em Alagoas. Se naquele ano essa quantidade já era motivo de comemoração, imagina agora que os dados da Seris apontam mais de mil reeducandos. Um crescimento de mais de 100% em 2023.

Segundo a Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris), Alagoas vem tendo excelentes resultados graças ao investimento em atividades educacionais nos presídios e tem avançado nas avaliações feitas pela Secretaria Nacional de Políticas Penitenciárias (Senappen).

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que é responsável por aplicar a prova visa medir competências, habilidades e saberes de jovens e adultos, a fim de possibilitar a certificação de conclusão do ensino fundamental e médio.

“A gente aumentou o número de inscritos e agora são mais de 60 salas montadas para as provas do exame nacional, tanto em Maceió quanto no Presídio do Agreste. Outra coisa interessante é que nesse exame nós conseguimos montar turmas grandes do regime semiaberto e aberto”, comemora a policial penal Cinthya Moreno, gerente de Educação e Cidadania da Seris.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Noticias Relacionadas

Categorias

Redes Sociais