Notícias

Casos de dengue se alastram em vários estados brasileiros

Por Redação com G1
fevereiro 2, 2024

Os dados do governo federal compilam as notificações até a semana epidemiológica 4, que se encerrou em 27 de janeiro. Nestas quatro primeiras semanas, foram notificados 243.720 casos prováveis de dengue. Neste período, o Brasil teve 24 mortes confirmadas e 163 estão em investigação.

Os mais de 243 mil casos prováveis já superam o verificado em todo o ano de 2017 (veja série histórica dos casos por ano).

"Quando comparado com o mesmo período de 2023 observa-se um aumento de 273% no número de casos prováveis. As regiões geográficas onde se apresentam os maiores coeficientes de incidência são Centro-Oeste, Sudeste e Sul", afirma o Ministério da Saúde. Os casos foram registrados em mais de 3 mil municípios brasileiros.

Incidência de casos de dengue e óbitos no Brasil — Foto: Divulgação/Ministério da Saúde

Incidência de casos de dengue e óbitos no Brasil — Foto: Divulgação/Ministério da Saúde

Coeficiente x números absolutos

O coefiiciente de incidência atual é de 120 casos/100 mil habitantes no país. O coeficiente é diferente do número absoluto: São Paulo tem 39 mil casos, mas, de forma proporcional em relação ao total da população, a situação é mais grave no Acre, que teve menos de 3 mil notificações.

O Acre está em situação de emergência por conta da dengue desde o início de janeiro.

O estado de Minas Gerais também está, desde 27 de janeiro, em situação de emergência em saúde pública por causa da alta incidência de casos de dengue e chikungunya.

Nesta sexta, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, afirmou que a cidade vive uma epidemia de dengue. O município registrou 44,2% dos casos de dengue notificados em todo o ano passado apenas no mês de janeiro deste ano.

Ações do governo federal

Na quinta-feira (1º), o Ministério da Saúde anunciou a criação de um centro de operações de emergência de combate à dengue. Haverá a participação de representantes de estados, municípios e outros ministérios.

Em outra frente, o Ministério da Defesa se colocou à disposição dos estados para enviar militares para ajudar no enfrentamento à dengue. O Distrito Federal, que teve um aumento significativo no número de casos, já pediu o apoio dos militares.

Vacinação

O avanço da dengue ocorre em meio à expectativa pelo início da vacinação. O Ministério da Saúde informou que a previsão é a de que a distribuição das vacinas aos estados comece na semana que vem.

O imunizante foi desenvolvido por um laboratório japonês é o segundo aprovado pela Anvisa e o primeiro a ser incorporado ao Programa Nacional de Imunizações.

A atual campanha é tem como público-alvo a faixa etária de 10 a 14 anos em 521 cidades do Brasil. O número representa apenas 10% das cidades no país.

Nesta semana o Instituto Butantan publicou estudo em revista científica que afirma que sua vacina de dose única é eficaz (79,6% de eficácia contra casos da doença). O pedido de aprovação deve ser enviada à Anvisa neste ano e uso pode começar em 2025.

Casos de dengue - série histórica

  • 2010 - 1.011.548 casos
  • 2011 - 739.370
  • 2012 - 589.591
  • 2013 - 1.454.871
  • 2014 - 589.107
  • 2015 - 1.688.688
  • 2016 - 1.483.623
  • 2017 - 239.389
  • 2018 - 262.594
  • 2019 - 1.545.462
  • 2020 - 948.533
  • 2021 - 531.922
  • 2022 - 1.420.259
  • 2023 - 1.658.816

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale conosco

Rua José Pinto de Barros, Nº  26
 Centro
Palmeira dos índios - AL

E-mail: siteagresteagora@gmail.com

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram