Governador de Alagoas debate planos de ações com secretário nacional da Defesa Civil

Por Jardel Gonçalves

Governador Paulo Dantas e secretário discutem sobre como recuperar os municípios que entraram em situação de emergência.

Nesta segunda-feira (10), o governador Paulo Dantas esteve reunido com o secretário nacional da Defesa Civil, Wolney Wolf, para organizar os planos de ações para ajudar aos mais de 25 mil atingidos pelas chuvas que caíram em Alagoas. Eles conversaram sobre como recuperar os municípios que entraram em situação de emergência.

Durante o encontro também foram definidos os detalhes da visita técnica que ocorrerá nesta terça-feira (11) e contará com a presença dos ministros Renan Filho (Transportes), Waldez Góes (Integração) e Wellington Dias (Desenvolvimento e Assistência Social), além dos prefeitos das cidades em questão, os conselhos federais, deputados estaduais, defesa civil federal, defesa civil estadual e o bombeiro militar.

O governador Paulo Dantas enfatizou seu compromisso de trabalhar para minimizar os danos e evitar tragédias. “O estado agiu rapidamente para socorrer as vítimas das chuvas e prestar apoio a todos os municípios. Visitei muitos lugares atingidos, conversei com as pessoas e garanti que chegássemos com apoio. Agora vamos discutir como evitar que esse cenário se repita por meio de um plano consistente envolvendo o estado, os municípios e o governo federal.”

Já Wolney Wolf ressaltou a importância de os municípios afetados apresentarem a estimativa dos danos causados pelas chuvas. “A primeira solução é construir o plano de ajuda humanitária, em seguida a meta é aplicar o plano de restabelecimento, para trazer normalidade à vida das pessoas, através de desobstrução de vias e bueiros e limpeza de rios, e o terceiro plano é o de reconstrução, voltado para recuperação de maiores áreas de infraestrutura”, explicou.

Coronel Moisés Melo, coordenador da Defesa Civil de Alagoas, ressaltou o trabalho integrado entre os órgãos do Estado, o Governo Federal e as defesas civis municipais. “O desastre ainda está em evolução, apesar do nível das águas estar baixando, e neste caso nós temos que cuidar das pessoas, que estão retornando para as casas afetadas, além de limpar as cidades para que as pessoas fiquem mais confortáveis para retomar a vida com segurança”, Disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Noticias Relacionadas

Categorias

Redes Sociais