Notícias

IMA sobrevoa praias para tentar identificar pontos de maré vermelha

Por Redação com gazetaweb
fevereiro 2, 2024

Os técnicos do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA) realizaram um sobrevoo no Litoral Norte, nesta sexta-feira (2), com o objetivo de identificar possíveis pontos de Maré Vermelha, fenômeno provocado pelo crescimento excessivo de algas capazes de liberar toxinas, que podem ser nocivas para o ser humano.

O sobrevoo ocorre um dia depois de surgir histórico de turistas que apresentaram sintomas semelhantes aqueles causados pelo fenômeno, a exemplo de enjoo, diarreia, irritação e secura nos olhos, além de falta de ar.

Segundo a Prefeitura da Barra de Santo Antônio, cidade do Litoral Norte de Alagoas que notificou a situação, 245 banhistas procuraram atendimento médico até esta sexta-feira (2).

Equipes do IMA realizaram nessa quinta-feira (1º) coleta de amostras da água do mar em trechos da praia de Carro Quebrado.

Nessa sexta, membros do setor de Gerenciamento Costeiro e do laboratório do IMA sobrevoaram trecho da costa entre Maceió e a Barra de Camaragibe.

Segundo o órgão, não foram identificadas manchas no mar, nem outro indício, que apontem a presença da maré vermelha.

No entanto, o IMA mantém a recomendação padrão que é evitar a recreação e o banho em trechos do mar que apresentem coloração e odor diferentes.

O fenômeno é provocado pelo aumento da temperatura, salinidade, excesso de nutrientes, entre outros fatores. Carga orgânica elevada contida em efluente doméstico também podem contribuir com o tempo de permanência dessas marés na região, que podem durar entre 12h e 48h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale conosco

Rua José Pinto de Barros, Nº  26
 Centro
Palmeira dos índios - AL

E-mail: siteagresteagora@gmail.com

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram