Notícias

Japão faz pouso lunar histórico de robô “sniper” explorador; veja como foi

Por Redação
janeiro 19, 2024

A Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA) fez um pouso lunar histórico nesta sexta-feira (19). O pouso do explorador robótico Smart Lander for Investigating Moon (SLIM) foi completado com sucesso após uma manobra que durou cerca de 20 minutos. A operação foi transmitida ao vivo pela internet.

Com o pouso desta sexta, o Japão se tornou o terceiro país a colocar um veículo espacial na Lua neste século. Na história da exploração lunar, é o quinto país a realizar o feito. De acordo com a JAXA, com o sucesso do pouso, o leve módulo de aterrissagem SLIM poderá ser um projeto eficaz que poderá aterrissar não apenas em pequenas áreas de interesse na Lua, mas também em planetas como Marte.

Para o pouso, foi utilizado um explorador robótico conhecido como “Moon Sniper”, que carrega uma nova tecnologia de precisão para demonstrar um pouso “pontual”. Já o local de alunissagem, ou seja, escolhido para o pouso, foi dentro de uma planície lunar chamada Mar do Néctar, logo ao sul do Mar da Tranquilidade, onde a Apollo 11 pousou em 1969.

As missões lunares anteriores conseguiram atingir e alcançar zonas específicas que se estendem por muitos quilômetros, mas o módulo de aterragem SLIM terá como alvo um local de aterragem que se estende por apenas 100 metros.

Dando início a uma nova corrida espacial, vale mencionar que a Índia tornou-se o quarto país – depois dos Estados Unidos, da antiga União Soviética e da China – a executar uma aterragem controlada na Lua quando a sua missão Chandrayaan-3 chegou perto do polo sul lunar em Agosto.

Além disso, o primeiro módulo lunar dos EUA a ser lançado em cinco décadas, a espaçonave Peregrine da Astrobotic Technology – teve um fim violento no começo do mês, depois que um vazamento crítico de combustível tornou fora de questão o pouso seguro na Lua.

Parte da motivação por trás da nova corrida espacial lunar é o desejo de acessar água presa como gelo em regiões permanentemente sombreadas no polo sul lunar. Poderia ser usado para beber água ou combustível à medida que a humanidade ultrapassa os limites da exploração espacial no futuro. Esta região está repleta de crateras e repleta de rochas, levando a locais de pouso estreitos.

Redação com CNN BRASIL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale conosco

Rua José Pinto de Barros, Nº  26
 Centro
Palmeira dos índios - AL

E-mail: siteagresteagora@gmail.com

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram