Notícias

Promotor sofre homofobia nas redes sociais e MPF investiga o caso

Por Redação / Com GazetaWeb
janeiro 30, 2024

6O Ministério Público Federal (MPF-AC) solicitou abertura de inquérito policial pela Polícia Federal (PF) para investigar o crime de homofobia cometido contra o promotor de justiça Tales Tranin, do Acre, através de comentários nas redes sociais. No último dia 19, o órgão já havia pedido a abertura de um inquérito.

Identificado como Pablo Felipe, o autor dos comentários, escreveu “esse g.a.y lá sabe de nada”, em resposta a uma matéria que citava o promotor Tales Tranin. Um outro usuário responde: “toma cuidado, vc vai ser preso”.

Na segunda-feira (29/1), o procurador Regional dos Direitos do Cidadão no Acre, Lucas Costa Almeida Dias, enviou um ofício à PF-AC e solicitou o início das investigações.

“A postagem demonstra como a internet tem servido de palco para o ódio à população LGBTQIA+ e escancara a realidade discriminatória alimentada pela ideia de que é um território sem lei”, afirmou o procurador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale conosco

Rua José Pinto de Barros, Nº  26
 Centro
Palmeira dos índios - AL

E-mail: siteagresteagora@gmail.com

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram